Usuários brasileiros começam a ser informados da desativação do Google Play Música

Nos últimos dias, o Google começou a finalizar a operação de acesso ao aplicativo Google Play Música tanto no Android quanto no computador para os clientes brasileiros.

Ao iniciar o aplicativo no dispositivo móvel, as pessoas são informadas de que o serviço não está mais acessível, além da alternativa de encaminhar as canções e listas para o Youtube Music, novo serviço de streaming da corporação.

Um outro botão apresenta a opção de baixar a biblioteca para o computador ou para o celular ou tablet. Ao entrar no serviço pelo computador, o usuário computador também recebe uma informação parecida.

Vale salientar que o Google comunicou publicamente que as músicas adquiridas e repassadas para o Play Musica serão direcionadas para o novo serviço, bem como que as canções não contarão com restrições da versão gratuita da plataforma.

Isso porque o Youtube Music possui propaganda e não permite o download de canções para escutar sem acesso a internet em sem pacote sem cobrança. Só que essa condição não terá efeito prático para as músicas repassadas de um serviço para o outro.

Clientes do Google Play Musica devem prestar atenção aos prazos

Portanto, o Google Play Musica para de funcionar nesse momento, só que os clientes podem continuar a fazer o download de seus dados e músicas de maneira tranquila até o mês de dezembro. Só que fica o alerta: depois desse prazo: todo o conteúdo será deletado.

Por isso, os clientes devem se atentar para alguma das opções e dar destino para as suas músicas enquanto é tempo. Além disso, esses planos de foram divulgados pelo Google no mês de agosto.

Usuários brasileiros começam a ser informados da desativação do Google Play Música
Foto: Divulgação

Esse processo de migração de serviço de música integra a estratégia da empresa de centralizar todos os seus esforços nesse setor no YouTube Music.

No entanto, os especialistas no segmento ainda não tem muita certeza sobre a eficiência dessa política e tampouco do sucesso do novo serviço musical do Google, que fracassou retumbantemente com o Google+ há alguns anos.

O que você achou deste artigo?