Segurança digital é essencial para manutenção de negócios na pandemia

A pandemia causada pelo novo coronavírus desencadeou uma nova realidade nos envolvidos pessoais e profissionais. Para o mundo dos negócios, muitos empreendimentos resolveram desenvolver o sistema de trabalho remoto devido as medidas de isolamento social no Brasil e no exterior. Por isso, a segurança digital se faz tão necessária nesse novo contexto.

Afinal, os ataques cibernéticos estão entre os principais problemas para as companhias e não se pode deixar de lado medidas para aumentar a proteção, o sigilo e a segurança da empresa. De acordo com os especialistas, os criminosos estão tirando proveito da pandemia da covid-19 para executar ataques de engenharia social.

“Os criminosos digitais se aproveitam do medo da população em relação à pandemia e, por meio de e-mails, mensagens e redes sociais acabam propagando arquivos contaminados e links de websites. E, que, ao serem acessados comprometem os dispositivos que não estejam protegidos com ferramentas adequadas. Recentemente, tivemos um ataque por meio de um link falso para uma bolsa do Governo e milhares de brasileiros acabaram acessando esse link e comprometendo seus dados pessoais na internet”, disse o especialista em Gestão da Segurança da Informação, Tiago Miranda, ao site Empreendedor.

Portanto, a segurança digital é tão importante. “Ao permitir que os colaboradores permaneçam trabalhando por meio do home office, a empresa disponibiliza meios de conexão sua infraestrutura e é imprescindível que esses meios estejam devidamente protegidos. A ausência de mecanismos de proteção poderá acarretar na indisponibilidade destes meios, impedindo o acesso e a continuidade dos trabalhos de forma remota a empresa, além de outros riscos”, salientou o profissional.

Como utilizar a segurança digital nos seus negócios?

Contar com mecanismos de proteção de perímetro – linha imaginada que garante a proteção da rede corporativa contra ataques virtuais – é a primeira ação para oportunizar que os seus colaboradores possam efetuar as atividades profissionais fora do ambiente de trabalho.

Segurança digital
Foto: Visual Hunt

“Ferramentas como Firewall e IPS (Intrusion Prevention System ou Sistema de Detecção de Intrusão) protegem os meios de acesso ao ambiente da empresa. É importante utilizar ferramentas de mercado nas quais existam uma base de conhecimento e atualizações constantes. É fundamental avaliar se os dispositivos utilizados de fato são reconhecidos no mercado como ferramentas apropriadas e com um nível de proteção eficaz”, declarou.

Vale salientar que, quando se trata dos equipamentos dos funcionários, o ideal é que todos possuam um programa antivírus devidamente atualizado para assegurar a segurança dos dispositivos e das informações trabalhadas no cotidiano do homeoffice.

“Caso nesse momento o colaborador tenha que utilizar um dispositivo pessoal para dar continuidade ao seu trabalho no home office. Esse dispositivo também deverá estar protegido com uma solução adequada”, finalizou o especialista.

O que você achou deste artigo?