Taxa revela impacto da covid-19 no cenário econômico brasileiro

O Indicador Antecedente Composto da Economia Brasileira (Iace), avaliado pelo Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas (FGV/Ibre), em trabalho com o The Conference Board (TCB). E, registrou uma redução de 10% nos mês de abril em comparativo com março, caindo de 112,6 para 101 pontos em função do impacto da covid-19.

Vale salientar que o TCB se refere a um grupo sem fins lucrativos para componentes de empreendimentos e blocos de estudos.

O fato é que essa é a principal redução da série histórica nacional desde 1996, conforme as informações da FGV. No mês de março, o Iace despendeu 6% em relação ao mês anterior. Esse panorama também já aponta para a influência da pandemia de novo coronavírus na situação econômica.

Conforme levantamento anunciado pela Fundação Getúlio Vagas, no Rio de Janeiro, a oscilação acumulada no último semestre (partindo de outubro do ano passado até abril deste ano) também teve margem negativa com 14%.

Das oito listas oriundas do Iace, as taxas de Expectativas da Indústria, Serviços e Consumidores foram as que mais complicaram os resultados, exibindo queda em torno de 46,6%, 33,5% e 28,9%.

Pagamentos e impostos postergados devido a pandemia de coronavírus no país
Foto: José Paulo Lacerda / CNI

Além disso, o Iace oportuniza realizar uma avaliação direta dos períodos da economia nacional com as outras onze nações e territórios já cobertos pelo The Conference Board. Esses países são: a China, os Estados Unidos, a Zona do Euro, a Austrália, a França, a Alemanha, o Japão, o México, a Coreia do Sul, a Espanha e o Reino Unido.

Impacto da covid-19 no cenário econômico nacional

De acordo com o economista Paulo Picchetti, coordenador do IPC Brasil da FGV/Ibre, os números já espelham os impactos da pandemia da covid-19 no cenário econômico do Brasil.

“O impacto das medidas de distanciamento social já pode ser verificado em uma série de indicadores recentes ligados ao nível de atividade na economia brasileira. Sinalizando, assim, uma alteração na fase do ciclo econômico. O resultado de abril indica a continuidade dessa tendência nos próximos meses”, disse Picchetti em entrevista publicada na Agencia Brasil.

Com relação ao Indicador Coincidente Composto da Economia Brasileira (Icce), que estima a situação financeira e econômica nos dias de hoje, se manteve estável no mês passado, em um quadro comparativo com março, com 103 pontos.

O que você achou deste artigo?