Novo recurso do Instagram faz recomendação com base nas contas seguidas

O passado está no passado, e o Instagram está deixando isso bem claro ao substituir “postagens mais antigas” em seu feed por uma lista de conteúdo sugerido.

As recomendações são baseadas nas contas que você segue e nas postagens “semelhantes às que você gosta ou salva”, de acordo com a rede social.

Procure a mensagem familiar “Você está atualizado” e continue navegando em busca de inspiração.

Se você segue amplamente relatos sobre comida, natureza e citações inspiradoras, espere mais disso.

Para pular sugestões (que mudam a cada vez que você faz login no aplicativo), basta clicar em “Exibir postagens mais antigas”.

“Queremos mostrar a você mais conteúdo do Instagram que seja relevante para você e que esteja realmente relacionado ao conteúdo que você já segue”, disse Julian Gutman, chefe de produto do Instagram Home

As novas postagens sugeridas, ele explicou, são uma “extensão” do feed do usuário e “complementares” à guia Explorar existente.

Este último depende de métricas adicionais para destacar assuntos mais amplos: Alguém que segue relatos relacionados ao espaço pode, por exemplo, ver imagens e vídeos relacionados à física ou biologia.

Novo recurso do Instagram faz recomendação com base nas contas seguidas
Foto: Visual Hunt

Não quer ver mais nenhum conteúdo de um influenciador específico? Ou está irritado e não deseja mais visualizar as postagens do seu time do coração momentaneamente?

Basta tocar no menu de três pontos acima da postagem ofensiva e clicar em “Não estou interessado”. Esperamos que sua resposta ajude a eliminar essas imagens no futuro.

Ferramenta do Instagram estava sendo testada há 24 meses

As postagens sugeridas estão em andamento há cerca de dois anos, testando internamente várias fórmulas antes de lançar a versão final esta semana.

“As pessoas realmente gravitaram e reagiram de forma mais positiva ao conteúdo semelhante ao que você está vendo no feed. O que foi uma parte fundamental dessa ideia de extensão de feed”, declarou.

Vale salienta que o recurso está disponível apenas no iOS e Android; não há informações sobre se ele chegará à web. O Instagram não respondeu ao pedido de comentário feito pela mídia especializada.

O que você achou deste artigo?