Dia dos Namorados elevou em 120% lucro das vendas online em relação a 2019

Em 2020, o Dia dos Namorados teve a maior parte das conversões virtuais obtidas por clientes do sexo masculino segundo um estudo realizado pela Social Miner, companhia focada em informações comportamentais.

A partir dos dados de compras de aplicativos de vendas virtuais e encontros do RankMyApp no dia mais romântico do varejo virtual, os homens correspondem a 50,3% dos negócios feitos diante de 49,7% do público feminino.

Levando em consideração o tempo de 28 de maio a 12 de junho, o auge das comercializações ocorreu em dia 9, com 4,3% das vendas totais da época. Já a lucratividade pulou de quase 3 bilhões de reais para 6,45 bilhões de reais, um aumento de quase 120%.

Além disso, os clientes registraram mais nos presentes neste ano do que em 2019, de acordo com as informações da Compre&Confie, empresa parceira da Social Miner.

Em 2020, o ticket médio subiu 1,4%, saindo de R$ 400,91 para R$ 406,67, e as regiões com mais vendas online foram: sudeste, com 62,5%; sul, com 14,8%; nordeste, com 14,3%; centro-oeste, com 5,8%; e a região norte, com 2,6%.

Relação dos estados com mais vendas do Dia Namorados

Na relação de estados em que mais fizeram compras utilizando compras de vendas virtuais no Dia dos Namorados aparecem São Paulo (38,71%); Rio de Janeiro (11,41%); e Minas Gerais (10,31%), que rendem mais de 60% do comércio promovido na época citada. Do total de compras virtuais, 69% foram feitas pelo desktop e 32,4% pelo celular.

Dia dos Namorados elevou em 120% lucro das vendas online em relação a 2019
Foto: Visual Hunt

Conforme o RankMyAPP, as conversões do Dia dos Namorados obtiveram crescimento de 3% e os downloads de aplicativos de lojas virtuais registraram uma elevação de 144% em comparação com o volume de instalações do ano passado: 2,2 milhões em 2019 para 5,4 milhões em 2020.

Outra informação apurada pela pesquisa indica que 21% dos clientes adquiriram produtos na mesma loja que o ano anterior. Ampliando em 7% se comparado a 2019.

O que você achou deste artigo?