Chelsea abre espaço de maneira gratuita para pequenos negócios

Um dos principais clubes de futebol da Inglaterra, o Chelsea está utilizando todo o seu alcance e visibilizando a fim de auxiliar os pequenos empreendimentos de Londres. E, de acordo com o site MKT Esportivo, essa atitude está acontecendo de maneira gratuita.

Trata-se de uma forma do clube para dar suporte aos negócios locais no decorrer da pandemia do novo coronavírus. Os selecionados receberão um inventário de patrocínio que normalmente é de propriedade dos principais parceiros comerciais do Chelsea.

A ação abrange uma campanha online no Instagram dos Blues, que conta com mais de 25 milhões de fãs. E, além disso, as companhias selecionadas serão mencionados em publicações de redes sociais nos intervalos e nos dias oficiais de jogos da equipe.

Programa do Chelsea

A iniciativa também integra um programa chamada “Proud Of London”, ou seja, Orgulho de Londres em tradução livre criado pelo próprio clube e anunciado recentemente. O projeto está à disposição de empreendimentos com menos de 50 colaboradores e os candidatos serão selecionados de acordo com os seus compromissos para crescer, se manter e dar continuidade aos negócios ao longo deste difícil período.

Chelsea abre espaço de maneira gratuita para pequenos negócios
Foto: Twitter Oficial

 “‘Proud Of London’ é nossa maneira de mostrar o quanto estamos incrivelmente inspirados da cidade que chamamos de nossa casa. Londres está cheia de mentes criativas que empurram fronteiras, se apóiam mutuamente e se adaptam ao que tem sido um desafio sem precedentes através da pandemia e dos bloqueios subsequentes”, afirmou Gary Twelvetree, o diretor de marketing do Chelsea.

Atualmente, o Chelsea está na quarta posição do Campeonato Inglês com 51 pontos em 29 jogos, com 14 vitórias, 7 empates e 8 derrotas. Manchester City está na liderança da Premier League.

Efeitos do novo coronavírus no Reino Unido

Até o momento, a Inglaterra possui cerca de 3,7 milhões de casos positivos e 111 mil mortes. E, o Reino Unido soma 4,3 milhões de casos com 126 mil vítimas. Ao redor do mundo, cerca de 123 pessoas já foram contaminadas pela doenças e, infelizmente, 2,7 milhões perderam a vida.

O que você achou deste artigo?