Bitcoin alcança novo recorde ao ultrapassar 62 mil dólares

O valor do bitcoin superou a marca de 62 mil dólares nesta terça-feira, 13. Sendo assim, atingiu um novo recorde de cotação, na véspera do lançamento da Bolsa de uma das maiores plataformas de negociação de criptomoedas, a Coinbase.

Às 8h30 GMT (5h30 no horário de Brasília), o bitcoin contabilizou a marca de 62.732 dólares, o que quer dizer um crescimento de 114% em seu valor desde o começo do ano, no instante em que Wall Street está a ponto de obter pela primeira em suas cotações uma empresa totalmente voltada as criptomoedas.

“É um sinal importante, pois indica que cada vez é mais improvável que os reguladores decidam mostrar-se mais duros com o setor”, comentou Naeem Aslam, analista da Avatrade.

Inúmeros especialistas do segmento tradicional estão bastante interessados no bitcoin, a criptomoeda mais importante da atualidade, e nomes influentes Wall Street, como JP Morgan ou BlackRock, já estão fornecendo fundos especializados para os seus clientes e parceiros.

Desde o mês de outubro do ano passado, quando a plataforma de pagamentos digitais Paypal oportuniza a chance de usar criptomoedas em suas operações, o valor do bitcoin subiu, até então era cotado em torno 15 mil dólares e jamais tinha passado dos 20 mil dólares.

Especialistas alertam para risco de utilizar bitcoin de maneira ampla

Mesmo com a onda de aceitação bastante em voga nos últimos meses, os analistas ponderam que o bitcoin ainda não está pronto para se transformar em um modo de pagamento usado de maneira ampla. “O risco de explosão da bolha do bitcoin continua existindo”, alertou Ipek Ozkardeskaya, analista da Swiss Quote.

Bitcoin
Foto: Agencia Brasil

Todavia, o mercado de bitcoin está bastante habituado a essas oscilações significativas. Em 20170, a criptomoeda começou o ano com o valor de apenas mil dólares, antes de ficar perto da marca de 20 mil dólares no mês de dezembro e voltar para um patamar abaixo dos US$ 4 mil no ano seguinte.

O que você achou deste artigo?