Aplicativos chineses tem operações proibidas nos Estados Unidos

Na reta final do seu período na Casa Branca, o presidente Donald Trump assinou uma medida que impede a realização de transações com oito aplicativos da China. A lista contempla as plataformas de pagamento Alipay, QQ Wallet e WeChat Pay.

De acordo com os dados da documentação, a razão para o banimento é que “softwares representam uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos”. Desta maneira, a ordem tende a entrar em vigor dentro do prazo de um mês e meio.

Aplicativos chineses banidos

A medida determina que esses aplicativos podem ser utilizados para rastrear e elaborar documentos sofre funcionários do governo dos Estados Unidos. Por isso, “essa é uma ação agressiva contra aqueles que desenvolvem ou controlam softwares relacionados à China”.

Aplicativos chineses tem operações proibidas nos Estados Unidos

“Acessando dispositivos eletrônicos pessoais como celulares, tablets e computadores, os aplicativos chineses podem capturar dados diversos dos usuários, incluindo informações de carácter pessoais e privadas”, justificou o documento assinado por Trump.

Além dos softwares citados anteriormente, Tencent QQ, CamScanner, SHAREit, VMate e WPS Office também serão proibidos no país. Deste modo, eles serão inseridos a uma lista negra de negócios.

Conflitos entre Estados Unidos e a China

Ao longo de todo o mandato presidente, Donald Trump manteve uma política de conflito contra organizações oriundas da China. Entre as principais vítimas dos ataques do presidente dos Estados Unidos estão a rede social chinesa TikTok e a gigante companhia de tecnologia Huawei.

Nos últimos tempos, fabricante de drones DJI Technology e a produtora de processadores SMIC também foram colocadas nesta lista de negócios restritos. Portanto, as empresas americanas não podem promover transações e tampouco acordos comerciais com as marcas da China.

Desde as primeiras reclamações, a China contestou categoricamente que as suas companhias compartilhassem informações com o governo. Em contrapartida, o país oriental estabeleceu as suas próprias normas para exportação e limitou a exportação de tecnologia militar.

Autor:

O que você achou deste artigo?