TikTok é proibido por governo paquistanês por “indecência” e “imoralidade”

O Paquistão decidiu oficialmente banir o TikTok, alegando que o aplicativo contém conteúdo “imoral” e “indecente”.

O governo do Paquistão alegou que o aplicativo recebeu “tempo considerável” para “cumprir totalmente” as regulamentações estabelecidas para a plataforma de mídia social.

O próprio relatório de transparência da TikTok descreve as solicitações do governo do Paquistão para remover cerca de 40 contas no início de 2020.

Em resposta, a TikTok apenas colocou restrições em duas das contas. Esta não é a primeira vez que o TikTok foi banido em um país devido a preocupações com conteúdo indecente.

Esta remoção recente segue a proibição da TikTok na Índia em torno das preocupações com a propriedade chinesa do aplicativo, motivo de que as autoridades dos Estados Unidos também estão procurando proibir o aplicativo.

Nenhuma decisão firme sobre o status da TikTok nos Estados Unidos foi feita no momento. A empresa de análise Sensor Tower afirma que o aplicativo foi baixado cerca de 43 milhões de vezes no Paquistão.

Apesar de ser o 12º maior mercado mundial de instalação do aplicativo, ele foi anteriormente alvo da Autoridade de Telecomunicações do Paquistão, que baniu aplicativos de namoro como o Tinder e o Grindr pelo mesmo motivo.

TikTok é proibido por governo paquistanês por “indecência” e “imoralidade”
Foto: Agencia Brasil

Vale salientar que o TikTok indicou em uma declaração ao The Verge que tinha esperança de que a rede de mídia social pudesse retornar ao Paquistão no futuro, com “proteções robustas em vigor”.

“TikTok é uma plataforma inclusiva construída sobre a base da expressão criativa, e temos esperança de chegar a uma conclusão que nos ajude a servir a vibrante e criativa comunidade online do país”, disse um porta-voz da TikTok para a mídia local.

Situação do TikTok nos Estados Unidos

Resta saber o que acontecerá com a plataforma nos EUA, mas essa situação provavelmente começará a se acelerar em novembro.

Embora a proibição da rede social esteja suspensa após uma ordem judicial emitida no final de setembro, há restrições adicionais definidas a serem emitidas que entrarão em vigor em 12 de novembro.

Lembrando que as próximas eleições presidentes norte-americanas podem impactar consideravelmente no futuro da plataforma social no mercado local.

O que você achou deste artigo?