Sebrae indica ferramentas gratuitas para empreendedores durante a pandemia de coronavírus

Neste período de pandemia de coronavírus diversas restrições estão em vigor a fim de manter o bem estar dos brasileiros. Sendo assim, empresários e profissionais devem se focar em achar maneiras virtuais de continuar os negócios com os fornecedores, parceiros e clientes.

No entanto, os empreendedores estão sofrendo com a queda nas vendas, a redução no fluxo de caixa e o acúmulo das despesas. Enquanto os funcionários estão temendo ou já perdendo os seus respectivos postos de trabalho.

pandemia do coronavírus
Foto: FreePik

Só que, na certeza de que a informação é um dos pilares para amenizar os efeitos dessa crise, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) elaborou e compartilhou uma lista com ferramentas gratuitas para ajudar a todos a seguirem produzindo mesmo durante a pandemia de coronavírus.

Ferramentas para trabalhar remotamente durante a pandemia de coronavírus

1 – Adobe

A lista montada pelo Sebrae apresenta os aplicativos do Creative Cloud. O acesso está liberado para estudantes e professores até o final do mês do maio. Entretanto, a Adobe vai fornecer acesso sem custos ao Adobe Connect para conferências virtuais até o mês de julho.

2 – Skype

Provavelmente, a maioria dos profissionais brasileiros já deve ter utilizado o Skype no computador ou no celular. Afinal, o software é uma das opções mais antigas para interação virtual por áudio, vídeo e texto.

Mas, o programa ainda tem uma função de tradução simultânea e que tende a auxiliar muitas pessoas que necessitam fazer chamadas internacionais. Isso porque a ferramenta traduz por áudio praticamente em tempo real e de maneira gratuita.

3 – Hangouts Meet

O modo Premium, o Hangouts Meet, está a disposição dos brasileiros por causa da pandemia de coronavírus. O Google liberou a ferramenta até julho com o intuito de auxiliar no dia a dia de empreendimentos e instituições de ensino.

Dá para colocar até 250 pessoas em uma mesma chamada, realizar transmissões com mais de 100 mil participantes e até salvar essas conversas no Google Drive.

4 – Zoom

Um programa gratuito para videoconferência está em caindo cada vez mais no gosto dos brasileiros na hora de fazer reuniões, conversas e discussões em equipe.

Além disso, o Zoom também é muito útil para o segmento de educação para que os professores, os instrutores, os orientadores e os tutores possam manter o contato ágil com os seus alunos.

E, se a intenção é gravar uma conversa virtual, o dispositivo também é indicado porque registra o áudio com alta qualidade.

5 – DropBox

Outra indicação do Sebrae foi a adesão ao DropBox Business e HelloSign Enterprise. Já que esses dois mecanismos estão com assinaturas gratuitas pelos próximos 90 dias para organizações sem fins lucrativos e/ou dedicadas a combater a pandemia de coronavírus.

6 – Slack

O sistema serve para direcionar e estruturar diário de uma equipe. Já que o Slack concede acesso a salas de bate-papo separadas por assuntos, grupos fechados e mensagens diretas. E, o material publicado nas reuniões ou compartilhamento de itens se torna pesquisável na plataforma.

O Slack já desponta como um dos elementos mais usados para facilitar a comunicação entre os profissionais nos dias de hoje. Todavia, a gratuidade da plataforma oportuniza somente a visualização e busca das dez mil postagens mais recentes.

O que você achou deste artigo?