Pix começará a operar no dia 3 de novembro em contas selecionadas

Recentemente, o Banco Central (BC) informou que as primeiras operações do Pix, sistema instantâneo de pagamentos, irão iniciar na terça-feira, 3 de novembro. No entanto, o começo do funcionamento será limitado a clientes selecionados pelas agencias financeiras.

Segundo o órgão, a regra faz parte de uma etapa de avaliações que será feita até o dia 15 de novembro. No dia seguinte, 16 de novembro, o sistema vai estar a disposição de todos os usuários no território nacional.

Nessa primeira etapa de funcionamento, o horário de operação do PIX também serão limitado. As operações de pagamento e recebimento poderão ser efetuadas das 9h às 22h.

“No entanto, nos dias 5 e 12 de novembro, o horário para realização das transferências será ampliado e ocorrerá de 9h às 24h. Nos dias 6 e 13, o sistema vai funcionar de meia-noite às 22h”, conforme nota oficial do BC publicada na Agencia Brasil.

Além disso, o Banco Central também aumentou as funções do sistema. Com o PIX Cobrança, os empreendedores poderão emitir um código para que o cliente faça um pagamento de maneira imediata por uma mercadoria ou um serviço.

Vale salientar que será oportunizado fazer cobranças em datas a médio e longo prazo, com atualizações de juros, multas ou descontos, como acontece com os boletos bancários. O órgão também estabeleceu que as instituições financeiras que fornecem o serviço de integração com os clientes recebedores necessitarão usar a interface de programação padronizada pelo órgão.

Pix começará a operar no dia 3 de novembro em contas selecionadas
Foto: Agencia Brasil

Sendo que essa regra foi definida a fim de impedir que um empresário não possa alterar a sua conta para outra organização em função das despesas dessa mudança.

Banco Central liberou centenas de instituições para operar PIX

O Banco Central está aprovando instituições para ofertar o PIX. Conforme o BC, as instituições aprovadas concluíram “com sucesso todos os testes necessários e estão prontas para ofertar o Pix de forma segura e em conformidade com os requisitos definidos pelo Banco Central”.

“A quantidade e a diversidade das instituições que estão aptas a ofertar o Pix reforçam o caráter aberto e universal do arranjo de pagamento, evidenciam a grande competitividade que o Pix traz ao mercado e demonstram o forte engajamento dos diversos agentes para a adoção do Pix”, acrescentou o BC em nota oficial.

O que você achou deste artigo?