Pequenos empreendimentos elevam vendas com uso das redes sociais

Com a necessidade imediata de ajustar os negócios para as redes sociais e conseguir realizar vendas em um período de pandemia do novo coronavírus. Uma equipe na área de alimentação resolveu aderir ao evento Sebrae Acelera Digital um pouco antes da Páscoa.

Importância das redes sociais

Em apenas 10 dias, 90% dos 22 participantes foram capazes de elevar a quantidade de vendas e a presença online. Separados em grupos no WhatsApp, os empreendedores contaram com consultorias virtuais sobre tecnologias e marketing digitais voltadas aos seus respectivos segmentos.

Segundo o estudo de satisfação feito com a equipe escolhida para o projeto piloto, a maioria acredita que o conhecimento adquirido no projeto do Sebrae foi de vital importância para dominar as redes sociais. E, além de gerar condições para modernizar a empresa e promover a troca de experiências.

redes sociais
Foto: Visual Hunt

Com relação aos temas abordados, os integrantes do curso avaliaram de maneira positiva, especialmente, a qualidade e a variedade dos dados. Bem como também a facilidade na assimilação.

O grupo de especialistas na utilização de redes sociais para promoção e comercialização também obteve excelente avaliação. principalmente, em relação a rapidez para tirar dúvidas e a forma de Pcomunicação com os participantes.

Saiba mais sobre o Sebrae Acelera Digital

Desde o final do mês de abril, quando foi criado, o Sebrae Acelera Digital recebeu mais de 1200 inscrições de micro e pequenos empreendimentos. O intuito do Sebrae é auxiliar 20 mil companhias com esse programa.

O diretor técnico do Sebrae, Bruno Quick, salientou que a participação no Sebrae Acelera Digital é somente o início de uma nova trajetória para o empreendedor participante. Já que mesmo depois da pandemia do coronavírus terá de lidar uma realidade bastante desafiadora.  

“É muito importante que o empresário de uma empresa tradicional dê esse primeiro passo. O Sebrae Acelera Digital tem essa capacidade de empoderamento para inserção no mundo digital”, destacou.

Segundo ele, a experiência do primeiro grupo participante mostrou que é possível promover mudanças no negócio de forma rápida e com resultados: “Muitos não tinham expectativa nenhuma de vender durante a Páscoa e, ao final da jornada, constataram que não tiveram condições de atender toda a demanda das vendas online”.

Mas, vale pontuar que os proprietários de pequenos negócios com interesse em conhecer o programa do Sebrae voltado para vendas nas redes sociais já podem se candidatar. A ajuda chegará conforme o estado onde moram e envolverá o repasse de instruções diretamente de unidades regionais da entidade.

Além disso, as vagas oferecem ainda comportam MEIs e pequenas empresas de diversos segmentos, com destaque para serviços de alimentação, varejo de moda, minimercados, petshop e economia criativa. Quer conhecer mais sobre o Sebrae Acelera Digital para tentar se adaptar a esse período de quarentena? Basta acessar www.sebrae.com.br/aceleradigital.

O que você achou deste artigo?