Google Now oportuniza que usuários protejam histórico com senha

Os usuários do Google agora podem proteger suas atividades online com uma senha. Uma nova opção de verificação garante que apenas você (ou qualquer pessoa com sua senha) possa ver as pesquisas, o histórico de exibição do YouTube e as consultas do Google Assistente nos dispositivos.

Para ativar a etapa extra e fortalecer sua privacidade em dispositivos compartilhados, navegue até activity.google.com, selecione Gerenciar minha verificação de atividade e ative a Verificação extra. Você será solicitado a inserir sua senha para confirmação e, novamente, sempre que desejar visualizar ou excluir essas informações.

“Se você ativar a verificação extra, o Google garantirá que é realmente você antes que você possa ver ou excluir todo o seu histórico em Minha atividade”, disse o Google ao Android Police. “Isso pode ajudar a manter seu histórico mais seguro em dispositivos compartilhados. Esta configuração se aplica apenas a Minha atividade. Seu histórico ainda pode aparecer em outros produtos do Google”.

O Google salva cada clique em um site, cada pesquisa realizada, cada visualização no YouTube, cada visita ao local, cada download de aplicativo, sem falar nos aplicativos e dispositivos que utilizam seus serviços, além de gravações de voz e áudio.

Esses dados, afirma a empresa, são usados ​​para fornecer “experiências mais personalizadas, como pesquisas mais rápidas e recomendações de aplicativos e conteúdo mais úteis”. Mas nem todo mundo deseja que seu dossiê pessoal seja facilmente acessível.

Google oferece opções mais avançadas de privacidade

A nova opção de verificação é ideal para pessoas que compartilham um computador ou muitas vezes se esquecem de bloquear o dispositivo. Mas, como o Android Police apontou, ele ainda usa o login da sua conta do Google sem autenticação de dois fatores (embora o Google esteja mudando para exigir 2FA em sua conta). Para os usuários mais paranóicos, há uma opção de remover manualmente a atividade salva ou configurá-la para exclusão automática após três, 18 ou 36 meses.

Google Now oportuniza que usuários protejam histórico com senha
Foto; Agencia Brasil

A empresa recentemente introduziu um recurso de segurança semelhante para fotos: a função de pasta bloqueada protege as imagens que você gostaria de manter privadas, garantindo que essas fotos não apareçam na tela principal ou em qualquer dispositivo conectado à sua conta. Os usuários podem abrir uma pasta bloqueada com sua impressão digital ou um PIN.

Autor:

O que você achou deste artigo?