Google libera seus colaboradores para trabalhar em casa até metade de 2021

Os funcionários do Google não voltarão ao local de trabalho tão cedo. Isso porque o gigante da internet decidiu manter a opção de trabalhar em casa por pelo menos mais um ano.

Como relata o Wall Street Journal, na semana passada, o CEO do Google, Sundar Pichai, manteve um debate com os outros principais executivos da companhia. Após a discussão, foi decidido que a política de trabalhar em casa permaneceria em vigor até julho de 2021.

Em uma nota aos funcionários, Pichai explicou: “Eu sei que não tem sido fácil. Espero que isso ofereça flexibilidade você precisa equilibrar o trabalho cuidando de si e de seus entes queridos nos próximos 12 meses”.

A decisão se estende além dos EUA, com os funcionários do Google continuando trabalhando em casa em todos os outros escritórios da empresa espalhados pelo mundo, incluindo Reino Unido, Brasil e Índia.

Além de manter os colaboradores seguros durante a pandemia de coronavírus em andamento, se espera que, estendendo a política por um ano, seja mais fácil tomar decisões em relação à educação de crianças e organizar a questão de moradia.

Decisão do Google influencia empresas de tecnologia

Vale salientar que as empresas de tecnologia resolveu em momentos diferentes quando os trabalhadores deveriam retornar aos locais de trabalho presenciais. Até hoje, a previsão do Google era que os funcionários pudessem retornar em janeiro do ano que vem.

Enquanto a Amazon planeja trazer funcionários de volta em outubro, o Twitter seguiu na direção oposta e tornou o trabalho em casa uma opção permanente para determinados grupos.  

Google libera seus colaboradores para trabalhar em casa até metade de 2021
Foto: Visual Hunt

Depois de esperar inicialmente a normalização do expediente de trabalho em julho, o Facebook pode fazer o mesmo e tornar o trabalho em casa como uma alternativa permanente. Quanto à Apple, as suas lojas fecharam, reabriram e fecharam novamente em resposta a novos surtos da do novo coronavírus locais em cada local da loja.

Sendo assim, a decisão tomada pelo Google pode fazer com que outras pessoas pensem duas vezes sobre a convocação de funcionários este ano. E, em vez disso, esses negócios podem optar por trabalhar em casa por mais tempo.

Pichai certamente está usando isso como uma oportunidade: “Ainda estamos aprendendo muito com nossas experiências de trabalhar em casa e usaremos esse conhecimento para informar nossa abordagem sobre o futuro do modelo de trabalho no Google”.

O que você achou deste artigo?