Donald Trump volta a ameaçar a proibição de TikTok nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump disse na sexta-feira, 31, que os EUA proibirão o popular aplicativo de compartilhamento de vídeos TikTok.

“No que diz respeito ao TikTok, estamos banindo-os dos Estados Unidos”, disse Trump durante uma sessão de perguntas e respostas com repórteres a bordo do Air Force One, de acordo com o repórter, David Cloud, do LA Times. O presidente disse que tem autoridade para fazê-lo através de uma ordem executiva.

De acordo com informações da Reuters, a ByteDance, empresa que controla o TikTok, pode procurar contar essa medida alienando as suas funções no país. Sendo assim, a Microsoft “assumiria o TikTok nos Estados Unidos” e “ficaria encarregada de proteger todos os dados de usuários americanos do TikTok”, diz a Reuters.

No entanto, a Microsoft não comentou publicamente essa notícia, ao mesmo tempo que Trump chegou a salientar que é totalmente contrário a essa manobra. Em resposta, Vanessa Pappas, gerente geral do TikTok nos EUA, disse em uma mensagem de vídeo que “não estamos planejando ir a lugar algum”.

Polêmica do TikTok

Ela fez questão de destacar os 1.500 trabalhadores da empresa nos EUA e “os 10.000 empregos adicionais que estamos trazendo para este país nos próximos três anos, além do recentemente anunciado fundo de US $ 200 milhões. Agradecemos o apoio, estamos aqui a longo prazo”, disse Pappas. “Continue compartilhando sua voz aqui e vamos defender o TikTok.”

Nos últimos dias, o novo CEO da rede social, Kevin Mayer, revelou que o governo americano deveria ficar muito mais preocupado com as ações do Facebook do que necessariamente com o TikTok.

Donald Trump volta a ameaçar a proibição de TikTok nos EUA
Foto: Visual Hunt

“Vamos concentrar nossas energias na concorrência justa e aberta a serviço de nossos consumidores, em vez de ataques malignos de nosso concorrente – o Facebook -, disfarçados de patriotismo e projetados para pôr um fim à nossa presença nos EUA”, escreveu Mayer.

Espionagem

Apesar disso, o presidente norte-americano não se pronunciou oficialmente sobre a proibição da plataforma desde então. No entanto, essa questão é avaliada há algum tempo. O secretário do Tesouro Steven Mnuchin disse que o TikTok está sendo “analisado” pelo Comitê de Investimentos Estrangeiros nos Estados Unidos. “Faremos uma recomendação ao presidente”.

No começo do mês de julho, o secretário de Estado, Mike Pompeo declarou a imprensa que o governo americano estava buscando vetar a operação de aplicativos sociais por companhias chinesas no país, incluindo o TikTok. “Estamos levando isso muito a sério. Certamente, estamos analisando”, afirmou.

Vale salientar que essa proibição tem a ver com a utilização que a China que pode dar a esses aplicativos, a fim de espionar os usuários ao redor do mundo. No entanto, os Estados Unidos ainda não divulgaram nenhuma comprovação, só relataram que, se a China pedisse acesso a informações de todos os usuários, empresas não teriam escolha a não ser cumprir.

O que você achou deste artigo?