Twitter
RSS
Facebook

Programas de afiliados, o que são e como funcionam

Os programas de afiliados são uma das principais maneiras de se ganhar dinheiro na internet. Em poucos minutos você pode se cadastrar num deles e ter sua primeira fonte de renda a partir de um trabalho online. E o que é esse trabalho?

Você irá trabalhar na divulgação dos produtos ou serviços ofertados pelo programa de afiliados no qual se cadastrou e receberá comissões pelo seu desempenho.

Devido às muitas armadilhas existentes na internet, disfarçadas sob a “oportunidade de ganhar dinheiro”, os programas de afiliados podem ser um tanto incompreendidos num primeiro momento, mas nada há de errado com eles.

Nada mais são do que uma estratégia de publicidade utilizada pelas empresas que atuam com vendas online e que desejam obter tráfego e vendas mediante o pagamento de comissões à sua rede de parceiros, que se propuseram a fazer essa publicidade – no caso, pessoas como você.

Para se ter uma idéia de como os programas de afiliados são uma maneira séria e legítima de se ganhar dinheiro online, basta dar uma olhada na lista de empresa que se utilizam dessa modalidade de divulgação. Não são poucas, nem tampouco pequenas empresas.

Entre as gigantes que se utilizam de um programa de afiliados para promover suas vendas estão empresas como Submarino, Mercado Livre, Livraria Saraiva, Polishop e o próprio Google.

Você pode se cadastrar diretamente no site das empresas ou em plataformas que reunem vários programas num só lugar e que, por isso mesmo, as vezes oferecem até mais vantagens ao afiliados do que cadastrando-se no site da própria empresa.

Algumas das maiores plataformas são a Lomadee, pertencente ao grupo Buscapé, a Afilio, a NetAffiliation, entre várias outras.

Apenas citei grandes empresas e plataformas para mostrar que esse é um meio sério de se obter retorno financeiro com a internet, mas, na maioria dos casos os melhores ganhos são provenientes de pequenas empresas, com bons produtos voltados para nichos específicos de mercado.

Ou seja, o grande segredo para se ganhar dinheiro com programas de afiliados está em encontrar um bom programa.

Outra forma que deve ser levada em conta é a utilização de um programa de afiliados para promover seus próprios serviços ou produtos.

Caso você tenha um ecommerce, pode desenvolver sua própria plataforma e possibilitar que pessoas divulguem seus produtos e recebam comissões de você.

Essa é uma estratégia que se encaixa perfeitamente em praticamente qualquer negócio e pode cair como uma luva para um pequeno empreendimento online, que, na maioria dos casos, não conta com grandes verbas para campanhas publicitárias pagas.

Particularmente, foi no momento em que passei de afiliado à afiliador que vi meus ganhos online tornarem-se algo realmente significante. Com um bom produto, uma boa estratégia, uma boa plataforma e seriedade, o céu pode ser o limite para seus ganhos.

Como funcionam e como pagam os programas de afiliados

Os programas de afiliados geralmente funcionam de maneira 100% automática, utilizando-se de várias tecnologias de rastreamento, como por exemplo os coockies, que permitem ao sistema da plataforma afiliadora saber de onde veio determinado clique.

Ao se cadastrar num programa de afiliados você terá acesso a área de ferramentas do mesmo, onde poderá obter vários formatos de banners e links, os quais devem conter, codificadamente, sua identidade.

Ao publicar um desses banners ou links em seu site a loja afiliadora saberá quais clientes chegaram até ela por meio de você.

Quanto aos coockies, eles podem potencializar ainda mais seus ganhos, pois guardam informações no computador do usuário, que fazem com que ele seja reconhecido como um “referido” seu, mesmo que só venha efetuar sua compra dias após do primeiro acesso a loja.

Ou seja, um usuário clica num banner publicado no seu site e é redirecionado à loja afiliadora. Chegando lá ele analisa vários produtos, mas não compra nada, em seguida desliga o computador e vai embora.

Na semana seguinte ele decide comprar o produto que viu, liga o computador, mas, ao invés de acessar seu site, ele vai direto na loja em que viu o produto. É nessa hora que os coockies que foram salvos no computador dele agem, informando ao sistema da loja que aquele usuário já havia estado lá anteriormente e que você é quem o havia indicado.

Observe, porém, qual a validade dos coockies para cada programa de afiliados que se cadastrar. Geralmente eles informam isso.

Quanto as formas de ganhos com os programas de afiliados, basicamente, existem cinco modalidades de pagamentos, mas você pode se deparar com alguma inovação por aí a qualquer momento. São elas:

CPA: O método CPA que, traduzido, significa “Custo por ação”, indica que você receberá sua comissão a partir da concretização da ação do internauta.

Essa ação pode ser uma venda ou um cadastro. Então, se o um usuário clica num banner ou link em seu site e, ao chegar no respectivo site do programa de afiliados ele efetua uma compra ou se cadastra (caso essa seja a ação objetivo), você está apto a receber sua comissão.

Um exemplo de programa que se utiliza desse método é o Mercado Sócios.

CPC: Significa “custo por clique” e é a modalidade onde sua comissão independe da ação do internauta, ou seja, você receberá sua comissão pelo simples fato dele clicar no banner ou link expostos em seu site.

O mais famoso programa de afiliados CPC do mundo é o Adsense, pertencente ao Google. Uol Links Patrocinados e Bidvertiser são outros exemplos.

CPM: Pouco utilizei essa modalidade, mas sei que é preferida por vários webmasters, sobretudo os que contam com projetos de elevado tráfego.

Se você tem um ou vários sites com muitos acessos – mas muitos mesmo -, penso que essa seja realmente uma boa opção. A modalidade CPM, “custo por mil” lhe pagará comissões por cada mil impressões dos anúncios exibidos em seu site, quer eles sejam clicados ou gerem alguma ação.

Alguns dos programas de afiliados já citados mesclam entre CPC e CPM e um novo exemplo para quem pode vir querer a saber mais sobre essa modalidade é o AXILL.

CPD: O método CPD geralmente é utilizado por plataformas de compartilhamento de arquivos, onde as mesmas cobram para que seus usuários efetuem o download de um determinado arquivo e lhe pagam sua comissão (custo por download), caso ele tenha chegado ao site através de você.

CPL: Uma modalidade que também é citada entre nesse meio é a CPL, que significa custo por lead. Um lead é uma indicação. Nesse caso, alguém que você indicou para o site afiliador, que lhe pagará caso essa pessoa se cadastre no mesmo.

Embora haja uma denominação especificada para essa modalidade, creio que ela nada mais é do que uma variação da estratégia CPA, onde a ação, nesse caso, é o cadastro. Se deseja trabalhar com essa modalidade, a plataforma Affilio oferece vários anunciantes que pagam por leads.

Programas de Afiliados são Marketing Multinível?

Definitivamente, não! Embora alguns programas de afiliados paguem comissões pela divulgação do próprio programa de afiliados, ou seja, pagam para que você indique novos afiliados à plataforma, eles não podem ser considerados empresas de marketing de rede.

Isso feito apenas como estratégia de ampliação da carteira de afiliados, mas não conta com alguns pré-requisitos das empresas de multinível e, portanto, não são a mesma coisa.

Em primeiro lugar, geralmente os programas de afiliados pagam por não mais de um nível, ou seja, você recebe pelas pessoas que foram trazidas diretamente por você e não por vários níveis de afiliados.

Além disso, os afiliados inscrevem-se apenas para divulgar os produtos e serviços da empresa em seu site, sem ter que eles próprios efetuar uma compra mensalmente, afim de que estejam aptos a receber suas comissões.

Como ganhar dinheiro com programas de afiliados

Embora a idéia dos programas de afiliados seja encantadora num primeiro olhar, a coisa não é tão simples quanto parece.

Particularmente, levei um bom tempo para ver as primeiras computações de ganhos nas contas dos primeiros programas que me afilei e, na maioria delas, esses valores foram tão pequenos que ainda hoje estão lá, pois nunca me interessei por sacá-los.

A internet está cheia de banner e links (concorrentes) e nada fará com que milhares de pessoas acessem o site que você acabou de criar simplesmente para clicar no banner que colocou lá – e lhe “dar dinheiro”. Mas nem por isso esse é um mau negócio.

Blogueiros, webmasters e empreendedores online por todo o mundo estão a fazer fortunas nesse exato momento com programas de afiliados.

A única diferença entre eles e quem não está ganhando dinheiro dessa forma é que dominaram várias técnicas, sobretudo de geração de tráfego, e trabalharam muito à lhes pôr em prática.

Meu conselho é que, caso esteja começando agora, tenha em mente que há um preço a se pagar antes de se conseguir qualquer coisa na vida – inclusive ganhar dinheiro online.

Nesse caso, o preço é o estudo. Continue estudando; deixe de lado as falsas promessas; desconfie das coisas muito fáceis. Na hora de se cadastrar num programa de afiliados, procure referências sobre o mesmo em sites que julgue autoridade sobre o assunto – eu já levei calote de até de programas que pareciam perfeitos.

Se continuar a tentar ganhar dinheiro na internet por tempo suficiente para aprender o que precisa, tenho certeza de que logo encontrará o programa de afiliados ideal para você e saberá como trabalhar com ele.

Como criar seu próprio programa de afiliados

Caso você tenha um ecommerce e deseje aumentar suas vendas, o marketing de afiliados, como já falei, é uma estratégia a ser levada em conta.

Com sua própria plataforma de afiliados poderá captar donos de sites interessados em divulgar seus produtos. A grande vantagem é que não terá que investir um único centavo (além da implantação do sistema) em publicidade até que a primeira venda seja efetuada.

Ou seja, dependendo da modalidade que escolher, só pagará algum dinheiro (comissões) assim que as vendas começarem.

Só esse assunto demanda vários outro posts e pretendo publicá-los em breve, onde citarei, inclusive, alguns softwares que poderá utilizar para criar sua plataforma de afiliados.

Para terminar, gostaria de saber se você já ganhou ou ganha dinheiro com programas de afiliados.







Deixe seu comentário